mercado

22 dicas para um perfil de sucesso nas redes sociais.

Por Paulo Varella - abril 11, 2020
2476 0
Pinterest LinkedIn

Aqui vai um guia rápido para criar um perfil de sucesso e subir rápido nas mídias sociais. Por mais básicos que possam parecer, se você seguir estas dicas, tudo vai dar certo:

  • Crie um nome de usuário fácil de se ler e que seja igual ou próximo ao seu nome de artista. Inventando nomes malucos só vai dificultar que as pessoas encontrem você.
  • Se já houver um nome em comum(muito provável), adicione as palavras como “arte”, “artista”, “pintor”, “escultor”, etc., no final ou no início de seu nome para ajudar a se identificar.
  • Atualize seu site e concentre-se nas mídias sociais. Não adianta você criar o interesse e não ter lugar algum para que as pessoas possam conhecer você melhor.
  • Mantenha todas as páginas de mídia social em outros sites. Você sempre pode ganhar um público proveniente do trafego dos outros.
  • Sempre coloque seus links de mídia social em seu site.
  • Sempre coloque um link para o seu site em suas páginas de mídia social.
  • Participe sempre que possível nos tópicos de discussão de outras pessoas, não deixe apenas um LIKE. Comentar sobre as imagens ou fotos de outras pessoas.
  • Não marque as pessoas que você não conhece ou nunca conheceu ao postar imagens de sua arte ou envie convites para seus shows, etc. Isto é spam e tem um efeito reverso na construção do seu nome..
  • Não siga e deixe de seguir a página de alguém só para se certificar de que eles ver o seu nome.
  • Assim que alguém o acompanhar, não envie um e-mail genérico, uma mensagem ou outra comunicação que pareça que você enviou para todos que você conheceu. Ninguém gosta de se sentir somente mais um em uma lista.
  • Certifique-se de que suas postagens sejam claras, coerentes e organizadas. Evite gerar confusão na cabeça de alguém que não segue a sua linha excêntrica de raciocínio.
  • Poste consistentemente, crie um hábito em seus seguidores.
  • Use sempre hashtags nas suas postagens. O instagram permite que o usuário siga hashtags. eE uma excelente forma de ser encontrado.
  • Quando você postar, adicione o maior número de hashtags que sejam relevantes. A dica é coloca-los longe do texto. Vá adicionando pontinhos na vertical e então insira os hashtags. Sua postagem ficará mais limpa.
  • Não publique imagens e links que não tenham a ver com a sua arte.
  • Postar imagens de sua arte com a descrições e explicações. Evite cortá-las. Caso queira chamar a atenção para algum detalhe, crie uma segunda imagem com estes detalhe. O instagram e o facebook funcionam muito bem em carrossel.
  • Ao postar imagens de sua arte, sempre inclua tamanho, mídia, título ou qualquer outra informação que ajude os espectadores a entender ou apreciar.
  • Se você quiser vender a sua arte, diga que ela está à venda e coloque o preço. Dessa forma, seus compradores terão ideia se podem pagar pela sua arte ou se ela está à venda, antes de tudo.
  • Mandar os preços por e-mail aumentam a fricção entre o comprador e você. Procure facilitar o processo.
  • Sempre facilite para que as pessoas possam te encontrar. Ofereça um e-mail ou um telefone. Se aparecer algum maluco, sempre é fácil bloquear.
  • Assim que você se tornar amigo de alguém ou começar a segui-lo, evite forçar uma situação não natural. Evite pedir para que olhem para a arte, leiam sua declaração de artista, visitem seu site, comprem sua arte, vendam sua arte, vejam suas páginas de mídia social, digam o que pensam da sua arte, solicitem nomes e informações de contato de galerias ou colecionadores ou curadores ou outros profissionais de arte, para que você possa pedir mais favores também.
  • Nunca envie aleatoriamente e-mails ou mensagem para as pessoas com imagens, anúncios, links para vídeos e tudo o que você sente vontade de enviar, mesmo que eles tenham alguma coisa a ver com arte ou não.
social-media-iphone

Se você estiver interessado em consultoria em qualquer aspecto de sua arte ou carreira artística, incluindo uma revisão e recomendações em seu perfil de mídia social, entre em contato no [email protected] A equipe pode te indicar um art advisor para ajuda-lo em sua carreira.


Vamos aprofundar melhor no assunto

1) O que são metas SMART?

Uma pergunta: Por que você está nas mídias sociais em primeiro lugar?

Se sua resposta está ressoando “Uhh …” ou “Todo mundo está nela”, você pode ter um problema.

O conceito das metas S.M.A.R.T existe há décadas e mais do que nunca elas são tão importantes para sua presença nas mídias sociais hoje em dia.

Em suma, as marcas devem definir metas específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com prazo definido.


Um exemplo de uma boa meta da SMART para o marketing de mídia social seria algo como “Bem, aumente nossa taxa de resposta do Twitter em 25% até o final do primeiro trimestre”.

Specific

(Específico): “Identificamos especificamente o canal social (Twitter) e uma métrica (taxa de resposta)”.

Measurable

(Mensurável): “A taxa de resposta pode ser medida a partir do painel do Sprout Social”.

Achievable

(Realizável): “Não fizemos uma meta absurda, digamos, um aumento de 100% em 10 dias”.

Relevant

(Relevante): “Nosso objetivo terá um impacto sobre a nossa presença geral na mídia social, tornando-a muito relevante”.

Time-bound

(Tempo limite): “O objetivo deve ser atingido até o final do primeiro trimestre”.
Atribuir seus esforços de mídia social a um propósito concreto ajuda a evitar a armadilha de postar sem rumo.

2) Identifique seu público


Depois de descrever suas metas, você precisa delinear seu público-alvo.
Dica: “todo mundo” não é um público.
Talvez sejam clientes em potencial. Talvez sejam players e influenciadores do setor. De qualquer maneira, dividir seu público ajudará você a descobrir o seguinte:

  • Em quais sites de mídia social você está ativo
  • Sua agenda de postagem
  • O tipo de conteúdo que você publica
  • A voz da sua marca (uma artista é uma marca !)
  • As informações em seus perfis


Muitas marcas afundam porque não postam conteúdo que fala para um público definido. Passe algum tempo observando o público-alvo, entendendo quais são os desafios e quais marcas eles já adoram nas rede social. Esse tipo de análise competitiva pode ajudar você a entender como sua própria presença na mídia social pode se destacar da multidão.

3) Seja humano


Este é um grande problema, alias, um dos maiores…


Um dos piores erros a fazer nas redes sociais é a corporação sem rosto, sem personalidade. Na era moderna da transparência, as pessoas querem conhecer você em um nível mais pessoal.


Muitas marcas hoje contam piadas e não têm medo de falar com seus seguidores como fariam com seus amigos. Enquanto as marcas já foram criticadas por parecerem robôs, a presença da mídia social humana tornou-se uma expectativa entre muitos seguidores.

Da mesma forma, exibir o lado humano de sua marca significa mostrar os rostos por trás de seus feeds sociais. Quer se trate de fotos do estúdio ou instantâneos de sua equipe “sem produção”, tornar-se pessoal com seus seguidores pode ajudar você a formar uma conexão muito necessária.

4) Procure relacionamentos, não apenas seguidores.


Podemos debater durante todo o dia se a contagem de seguidores é uma métrica de vaidade.
Dito isto, ter 100 seguidores que se envolvem regularmente com você e seu conteúdo é infinitamente mais valioso que 10.000 que o ignoram.
Pode ser clichê dizer, mas não deixe o “social” fora da sua presença na mídia social. A beleza do social é que você pode formar relacionamentos em um instante com seguidores de praticamente qualquer lugar.
Por exemplo, o #arteref nos dá a oportunidade de nos conectar regularmente com nossos adoráveis seguidores, que também estão animados em entrar em contato conosco.

Se você não sabe exatamente por onde começar quando se trata de construção de relacionamentos, aqui estão algumas ideias rápidas:
Sempre @mencionar pessoas que você referencia em suas postagens de mídia social
Responda às perguntas que as pessoas perguntam
Responder quando as pessoas @mencionam você ou compartilham seu conteúdo
Não basta retweetar e curtir o conteúdo de outras pessoas. responder com um comentário para iniciar uma conversa.

5) Crie um calendário editorial

Alerta de spoiler: manter um cronograma de conteúdo não é apenas algo “extra” que as marcas fazem.


Se há um traço comum entre as marcas mais importantes nas redes sociais, elas são postadas de forma consistente.


É provável que você esteja fazendo malabarismos com vários canais sociais e esteja tentando marcar várias caixas em termos de descrições e quando postar, certo? Considere como um calendário de conteúdo pode tornar o processo muito mais fácil.

  • Permitir que você ajuste cada uma das suas postagens para cada plataforma sem precisar alternar entre sites.
  • Avalie suas postagens para maximizar o engajamento, evitando que você tenha que postar constantemente em tempo real.
  • Evite repetir o mesmo conteúdo várias vezes, garantindo que cada um dos seus artigos ou imagens receba o maior amor possível.

Resumindo, reservar um tempo para fazer um cronograma tem o dever duplo de manter a presença de sua mídia social organizada e, ao mesmo tempo, maximizar o alcance de seu conteúdo.

6) Automatize da forma certa

Automação é a palavra de ordem em marketing agora, e por boas razões.
No entanto, você não pode esperar colocar sua presença social no piloto automático com sucesso e ir embora.


Por exemplo, a auto-resposta em massa segue o mesmo caminho do dinossauro, uma vez que ele geralmente parece insincero.

Avance rapidamente para os dias atuais e fica claro que o atendimento ao cliente é uma mídia social que deve ser personalizado, não automatizado.

Dito isso, a automação como forma de agendamento ou curadoria de conteúdo é um jogo totalmente justo. Basta evitá-lo quando estiver lidando com perguntas reais de clientes ou seguidores.

7) Concentre-se em ajudar a vender melhor


Embora a venda social esteja de fato em ascensão, raramente sua presença na mídia social deve ser sobre a “venda difícil”.
Claro, se você está no comércio eletrônico, faz sentido enviar ofertas a seus seguidores. O mais importante, no entanto, é responder às perguntas deles, seja por meio de respostas ou marketing de conteúdo.

Se seus seguidores fizerem uma pergunta, você deverá responder de maneira oportuna.
E se seus seguidores parecem estar reclamando sobre um problema em particular, você deve criar conteúdo que fale diretamente sobre ele.
Ao oferecer soluções para problemas em vez de lançar seus produtos o tempo todo, você está provando que sua empresa é uma autoridade e, potencialmente, conquista um cliente vitalício.

8) Otimize suas contas para engajamento


O mais importante: não deixe a palavra “otimização” te assustar.
Ao contrário do SEO, a otimização de mídia social não é particularmente técnica. Dito isso, os perfis podem ser otimizados por meio de imagens, palavras-chave e preenchimento completo das informações da sua conta.

Por exemplo, as marcas podem usar suas biografias do Instagram para se vincular a promoções, anunciar sua hashtag e deixar que a voz de sua marca seja ouvida.

Da mesma forma, um perfil do Twitter ou Facebook bem elaborado com as @menções e imagens HD corretas podem sinalizar sua autoridade, ajudando você a atrair mais seguidores.

Uma página totalmente otimizada com informações comerciais completas pode realmente ajudar sua classificação de página no Google.

Algumas maneiras rápidas de otimizar sua presença nas mídias sociais em suas várias contas incluem:

  • Adicionando palavras-chave relevantes em seu perfil (dica: mas não lote o seu perfil com elas)
  • Compartilhar conteúdo relacionado ao seu setor, incluindo palavras-chave e hashtags em suas postagens
  • Conectar-se com contas populares em seu setor a uma exposição adicional (dica: não tenha medo de seguir outras pessoas nem seja orgulhoso).

9) Em caso de dúvida, use a parte Visual


Não importa onde você está postando, o conteúdo de fotos e vídeos está bombando mais do que nunca agora.
A plataforma baseada em imagens do Instagram está explodindo.
O Facebook dá para os vídeos ao vivo seis vezes o engajamento versus qualquer outro tipo de conteúdo.
E para aqueles que procuram mais seguidores no Twitter, gráficos e vídeos ganham mais compartilhamentos do que posts baseados em texto.

A boa notícia é que pra obter recursos visuais não significa que você precise de qualquer tipo de equipamento insano ou de um orçamento de produção enorme. Em vez disso, considere imagens como:

  • Fotos ou vídeos da equipe
  • Fotos de clientes
  • Fotos de eventos
  • Fotos e vídeos dos bastidores
  • Citar fotos
  • Infográficos

E com tantas ferramentas para criar imagens sociais e vídeos já disponíveis, é mais fácil do que nunca obter visuais com seu público.

10)Mantenha-se ativo

Feeds sociais inativos são um mau visual para as marcas. Em vez de permitir que o seu Facebook ou Instagram ganhe teias de aranha, você precisa “aparecer” dia após dia com conteúdo novo.


Algumas dicas rápidas para ajudar você a se manter ativo incluem:

  • Incorporando agendamento social e automação para economizar tempo e energia.
  • Escolhendo e priorizando suas redes sociais com base na sua localização de público.
  • Encontrar formas de redirecionar o conteúdo para que você não esteja sempre tentando reinventar a roda.
  • Manter-se ativo no social não precisa ser uma tarefa de tempo total. Através do agendamento ou simplesmente separando pedaços de 10 a 15 minutos, você pode postar conteúdo e responder às preocupações do cliente sem perder tempo. Além disso, você pode tentar basear sua atividade nos melhores horários para postar nas mídias sociais para maximizar o engajamento.

11)Fique de olho nas tendências

Entre as últimas notícias, tendências hashtags ou qualquer que seja o meme mais recente pode ser, as marcas sempre têm espaço para obter tópicos com o seu conteúdo. Esta é uma ótima oportunidade não apenas para estimular uma tendência existente, mas também para mostrar a personalidade de sua marca.

Por exemplo, entender os “in e outs” das hashtags pode ajudá-lo a fazer um “brainstorming” dos tópicos sensíveis ao tempo com os quais você pode pegar carona. Claro, pegue leve com qualquer coisa abertamente política ou controversa que possa isolar seu público.

12)Use ferramentas para monitorar sua atividade

Quando as pessoas se queixam da falta de ROI (retorno sobre investimento) que estão vendo nas redes sociais, há uma boa probabilidade de não levarem a sério a questão social.
Assim como normalmente usamos os dados do Google Analytics, os profissionais de marketing precisam tratar as redes sociais com o mesmo tipo de análise. Existem várias ferramentas de análise disponíveis para ajudá-lo a identificar seu conteúdo de melhor desempenho, tendências de desempenho e detalhar sua presença nas mídias sociais pelos números. Esses dados podem ajudá-lo a tratar as mídias sociais menos como um jogo de adivinhação e mais como uma ciência.

13)Criar conteúdo que as pessoas realmente querem ver

Se você quiser se destacar nas mídias sociais, não pode simplesmente repetir o conteúdo que todo mundo está postando.Em suma, você precisa criar.

Não importa se você está tentando se desenvolver como um líder de ideias ou se quiser se diferenciar de seus concorrentes, o conteúdo original é exatamente como você vai fazer isso acontecer.
Talvez sejam seus posts, pesquisas ou infográficos originais.
Talvez seja um instantâneo de tirar o fôlego que você tirou durante suas últimas férias.
Ou pode ser um comentário opinativo sobre o estado do seu mercado.
De qualquer forma, você deve se esforçar para postar conteúdo que force seus seguidores a te acompanharem sempre. Há muito ruído nas redes sociais: se destacar é o seu objetivo.

View this post on Instagram

#anishkapoor #art #contemporaryart

A post shared by Anish Kapoor (@anish.kapoor) on

Como está a sua presença na mídia social?


“Não existe uma solução “secreta” ou pronta para uma melhor presença na mídia social.”


Em vez disso, existem pequenas táticas e estratégias que podem ajudá-lo a construir em direção a contas sociais que preparam para o engajamento.
E sim, estas dicas podem parecer muito superficiais.

Dito isso, esses princípios são básicos para as marcas que o bombam nas redes sociais. Se você puder segui-las você mesmo, você já está muito à frente do jogo.
Nós queremos ouvir de você, no entanto. Com o que você está lutando quando se trata de sua presença na mídia social? Alguma dica ou tática que perdemos? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!

https://arteref.com/livros/5-tecnicas-simples-de-aquarela-para-iniciantes/
https://arteref.com/livros/5-tecnicas-simples-de-aquarela-para-iniciantes/
Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários