Arquitetura

Paço das Artes e a sua nova sede em Higienópolis

Por Paula - dezembro 13, 2018
1576 0
Pinterest LinkedIn

O Paço das Artes, alocado no MIS desde 2016, é uma importante instituição de fomento, difusão e produção de arte contemporânea brasileira, com quase cinco décadas de existência, recebeu, por parte da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, proposta para ocupar um espaço na região central da cidade de São Paulo, depois de ter permanecido em caráter provisório no MIS – Museu da Imagem e do Som por mais de dois anos.

Paço das Artes
Antiga sede do paço das artes

O espaço, pensado e sugerido pela Secretaria, se torna a sede definitiva do Paço das Artes e está localizado na Avenida Higienópolis, no Casarão Nhonhô Magalhães.

Apesar de pertencer ao shopping Higienópolis, a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo tem o direito de utilizar 20% do imóvel.

Paço das Artes
Paço das artes

A transição do Paço das Artes para um novo espaço representa uma oportunidade imperdível para a instituição conquistar seu lugar definitivo com ótima localização e visibilidade. Significa, também, não somente permitir que o Paço das Artes dê continuidade ao trabalho que vem desenvolvendo nos últimos anos, como expandir suas atividades com novos projetos, potencializando a área de atuação da instituição, como, por exemplo, fortalecer o âmbito da formação criando cursos em diálogo com o perfil institucional no novo contexto de ocupação.

 Aonde fica o Casarão do Paço das Artes?

O Casarão de Nhonhô Magalhães é uma mansão localizada na esquina da Avenida Higienópolis com a Rua Albuquerque Lins, no número 758, no bairro de mesmo nome, na cidade de São Paulo. Desde 1994, a casa é um patrimônio histórico tombado em nível municipal pelo CONPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) e estadual pelo CONDEPHAAT(Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo).

paço das artes

A História do Casarão.

A residência foi construída para abrigar um dos maiores cafeicultores do Estado de São Paulo, o barão Carlos Leôncio Magalhães (um dos reis do café) ,que encomendou o projeto em 1927 pela construtora Siciliano & Silva.

As obras foram concluídas em 1939 e o estilo eclético da casa foi inspirado nos palacetes franceses do século XIX. Nhonhô Magalhães, como era conhecido, faleceu em 1931, antes do término da construção do palacete. A sua mulher, Ernestina Reis Magalhães, e cinco dos seus oito filhos moraram no local durante onze anos, até 1948.

Paço das Artes
paço das artes

Paço das Artes: estado atual

O Shopping Pátio Higienópolis, controlado pelo Grupo Malzoni, é o atual dono do Casarão de Nhonhô Magalhães. O imóvel foi arrematado em um leilão promovido pelo governo estadual no ano de 2005 a fim de conseguir dinheiro para capitalizar o projeto Parcerias Público-Privadas (PPPs). O valor pago foi de 19,5 milhões de reais.

Uma das cláusulas do edital de venda previa que após a realização de uma reforma, dois dos cinco andares da casa (537 m² do total de 2.463 m²) deveriam ser cedidos para a instauração de um equipamento público, como um museu, de um equipamento cultural ou de um órgão do governo estadual, como a Secretaria de Estado da Cultura, todos abertos à população.

Conforme combinado em reunião entre o CONPRESP e o Grupo Malzoni, o shopping foi autorizado a usar 33 mil metros quadrados do casarão para aumentar a sua área de serviços. Assim, foi construído uma terceira entrada pela Rua Albuquerque Lins e novas edificações nos fundos do casarão a fim de transformá-lo em um polo cultural.

O novo endereço: Casarão Nhonhô Magalhães – Av. Higienópolis, 758 – Consolação.

https://arteref.com/artigos-academicos/o-rococo-italiano-e-as-vedute/

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários